Água

  •  17501368Adutora de água bruta rompeu prejudicando sistema
     
    Os municípios de Estrela de Alagoas e Minador do Negrão ficaram com o abastecimento paralisado nesta segunda-feira (19/02). A situação decorre de um rompimento na adutora de água bruta que atende o município.
     
    A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), por meio de sua Unidade de Negócio Serrana, já mobilizou equipe técnica para reparar a tubulação. A empresa trabalha com a estimativa de retomar o abastecimento das cidades até o final do dia.
     
    Palmeira dos Índios e Mar Vermelho
     
    O Sistema Caçamba, um dos responsáveis por abastecer Palmeira dos Índios, se encontra paralisado devido à falta de eletricidade.
  • senaA Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) debateu nesta quarta-feira (5/9) a privatização da água, como parte do ciclo de audiências públicas sobre democracia e direitos humanos. Representantes de entidades do setor de saneamento básico criticaram a medida provisória que reformula o marco legal do setor (MPV 844/2018). O texto estabelece a atuação da Agência Nacional de Águas (ANA) como reguladora dos serviços públicos de saneamento básico, incluindo as atividades de abastecimento de água e esgotamento sanitário.
  • 9d9fc40478a7d58ddfdf1a3d0722f6fb XLFamílias de povoado demoravam até 4 horas em busca de água; desenvolvido pelo Governo de AL, equipamento faz parte do Programa de Perfuração de Poços
     
    As mudanças climatológicas podem dificultar o acesso à água. Fornecido pela natureza, quando chega a estiagem o líquido fica escasso em algumas cidades, como aconteceu no município de Capela, na Zona da Mata alagoana, com a seca do Rio Paraíba, que comprometeu a vazão e o rio chegou a quase zerar a capacidade. Para obter água potável, moradores do Povoado Fazenda Vieira chegavam a caminhar quatro horas por dia.
     
    A busca por água ficou no passado e o sofrimento deu lugar a novas perspectivas para a vida de quem enfrentou as árduas consequências da seca.
    As muitas horas guiando um carro de mão com baldes de água diminuíram para apenas alguns minutos com a construção de um poço. As famílias que moram no local viviam uma verdadeira peregrinação para conseguir água - que muitas vezes não era própria para o consumo.
     
    Desenvolvido pelo Governo do Estado, o equipamento faz parte do Programa de Perfuração de Poços, desenvolvido pelo Governo do Estado com colaboração do Programa Água Para Todos. Mais de 600 poços artesianos foram perfurados em todas as regiões pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) em 2017. Ao todo, cerca de 200 mil pessoas foram beneficiadas pelos programas hídricos do Governo de Alagoas desde 2015.
  • casal substitui rede de agua antiga no bairro da ponta verdeProblema mecânico afetou abastecimento do Bebedouro, Santa Amélia e adjacências
     
    Os dois conjuntos motobombas da estação de tratamento de água (ETA) do Sistema Cardoso, no bairro de Bebedouro, passam por reparos nesta segunda-feira (5/2). Esses equipamentos apresentaram defeito mecânico no decorrer do último final de semana.
     
    Em razão desse problema, a ETA Cardoso teve suas atividades paralisadas, deixando o fornecimento de água prejudicado nos bairros de Bebedouro, Chã do Bebedouro, Santa Amélia, Petrópolis e adjacências. 
     
    A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), por meio de sua Gerência de Manutenção Eletromecânica, trabalha com a previsão de concluir o conserto e reinstalar as motobombas até o final do dia (5). Após isso, o fornecimento de água será retomado.  
     
  • semarbProjeto da Semarh deverá beneficiar mais de duas mil famílias; gestão social será compartilhada diretamente com os beneficiários
     
    A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) está implantando o projeto o “Microssistema Comunitário de Abastecimento de Água no Sertão” com o intuito de atender diretamente mais de duas mil famílias, facilitando o acesso à água.
 logo22
 
Os artigos e matérias assinadas nesta Revista Construção Civil & Mercado Imobiliário
são de responsabilidade dos seus autores.
Av Antônio Gouveia, 1113
Galeria Arte Pajuçara - sala 04
Pajuçara, Maceió
Alagoas CEP 57030-170

Tels: (82) 3185-5277 | 99974-8983
99946-8767 | 99689-44922

Siga-nos em nossas Redes Sociais

Copyright © 2017 Revista Construção Civil & Mercado Imobiliário.
Powered by Web na faixa.