CBIC

  • 53ee642d 0dc0 4fcf 80e3 abaf3d6c66c8O relatório consolidado de 2017 da pesquisa dos indicadores imobiliários nacionais CBIC, apresentando os resultados do mercado imobiliário, apurado em 23 microrregiões de análise em todo o país, traz a indicação de que o ano terminou em nítida recuperação na comparação com 2016. Como se pode observar, houve crescimento em lançamentos residenciais verticais em 5,2% e em vendas em 9,4 % em relação ao ano anterior. Tal movimento foi bastante impactado sobretudo pelo movimento do último trimestre do ano, bem como pela melhoria econômica geral, como a queda da taxa de juros, inflação e recuperação do PIB.
     
    A consequência de um volume de vendas mais expressivo que os lançamentos ao longo do ano permitiu que ocorresse mais uma vez a redução da oferta final de unidades disponíveis à venda. Esta redução ocorreu em todas as 5 regiões administrativas brasileiras, demonstrando que, se por um lado pode ocorrer que algumas cidades e regiões metropolitanas específicas apresentem um desempenho muito variável, tanto positivo quanto negativo na comparação do consolidado do ano, quando observado o conjunto agregado das regiões, o movimento de queda de estoque é disseminado.
  • steel deck095 foto marcelo scandaroli 1A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) vai lançar no dia 17 de maio, durante o 90º Encontro Nacional da Indústria da Construção (Enic), a cartilha Encargos Previdenciários e Trabalhistas no Setor da Construção Civil, primeiro estudo desenvolvido pela entidade sobre o tema, após a reforma da legislação trabalhista.

  • d1edit. 1 990x742A reunião mensal do Conselho de Administração da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), realizada nesta quarta-feira (14/03), no Hotel Windsor Brasília, na capital federal, contou com a participação do deputado federal Rodrigo Garcia, líder do DEM/SP e pré-candidato ao governo de São Paulo, que falou sobre o cenário político nacional, projetos que tramitam na Câmara dos Deputados e sobre as eleições, e do senador Romero Jucá (DEM/RR), que tratou dos temas distrato, reforma da previdência e eleições.
     
    Sobre o Distrato, o deputado Rodrigo Garcia disse que o tema está no radar da Casa como um projeto fundamental para gerar emprego e renda. “Estamos num momento de retomada econômica e sabemos o que a Construção representa na questão do emprego, para que o País consiga avançar”, mencionou o deputado, destacando que vê um ambiente propício na pauta, nos próximos dias, para que o tema avance.
  • 15043013 m scalia blog defaultA plataforma trará informações atualizadas e será um espaço para discussão das normas pelos profissionais do setor
     
    Desde que a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) lançou, em 2013, o Catálogo de Normas Técnicas de Edificações – atualmente em sua sexta edição (2017), o setor da construção civil encontrou na publicação um instrumento facilitador para consulta e aplicação das normas técnicas por profissionais e empresas em seus projetos e execuções. Esse guia – prático, objetivo e de fácil consulta – serviu de inspiração para a criação de um espaço que reunisse, em um só lugar, todas as normas afetas ao setor, não apenas as que tratam de edificações.
     
    A CBIC veio trabalhando, a partir de então, no desenvolvimento dessa ideia e apresentará o resultado final de seu trabalho em um painel da Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade (Comat/CBIC) durante o 90º Encontro Nacional da Indústria da Construção (Enic), que será realizado no mês de maio em Florianópolis/SC. “A princípio, seria um aplicativo, mas foi tomando tamanha dimensão que virou um portal. É muito completo”, adianta Roberto Matozinhos, assessor técnico do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG).
  • obtencao da carta minha casa minha vida2
    Setor comemora decisão do STJ de transferir ao adquirente de imóvel do PMCMV o pagamento da comissão de corretagem
  • x2edit 1 990x742O Comitê de Incentivo à Formalidade do Paraná será apresentado no próximo dia 21 de fevereiro pelo vice-presidente de Política e Relações de Trabalho do Sinduscon-PR, Wladimir Mazzolla Morais, a representantes dos trabalhadores, empregadores, executivo e do judiciário de Alagoas.
     
    A ação integra o Projeto de Incentivo à Formalidade no Mercado de Trabalho na Construção da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), por meio da sua Comissão de Política de Relações do Trabalho (CPRT), com a correalização do Sesi Nacional. A iniciativa segue o modelo bem sucedido e aplicado há mais de uma década no Paraná. “O combate à informalidade é uma ação estratégica que une o setor para garantir a reversão de um quadro incômodo em que apenas a metade dos trabalhadores da construção são formais”, destaca o presidente da CBIC, José Carlos Martins.
     
    O evento de Alagoas será realizado pelo Sindicato da Indústria da Construção do Estado de Alagoas (Sinduscon-AL), das 16h às 18h, na sede da entidade, em Maceió. O objetivo é disseminar a ação junto aos alagoanos, apresentando números expressivos sobre os resultados alcançados, e incentivar a instituição do comitê no Estado, para estimular a melhoraria da qualidade do emprego e das condições de segurança, aumentando a produtividade e a qualidade no setor da construção.
  • 20180223162446617308aO Presidente da Comissão da Indústria Imobiliária – CII/AL, Marcos Holanda, do Sindicato da Indústria da Construção do Estado de Alagoas - Sinduscon/AL, participou de uma reunião da CII/CBIC na sede da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário, nesta sexta-feira, 23.
    A abertura do evento foi conduzida pelo Presidente da CII/CBIC, Celso Petrucci, que aproveitou a oportunidade para falar sobre os Projetos da CII com a correalização do SENAI Nacional. Na sequência os relatores Celso, Abelardo e Aristóteles falaram sobre os Cartórios de Registro de Imóveis.
  • 64882672ddb7b88d576d73e63837cb69 1OS LANÇAMENTOS IMOBILIÁRIOS DA REGIÃO SALTARAM DE 547 EM 2016 PARA 1.519 NO ANO PASSADO, DIZ CBIC
      
    O volume de imóveis vendidos na Região Metropolitana de Maceió cresceu 160% no ano passado, na comparação com 2016, segundo levantamento divulgado ontem, pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). Segundo o estudo, feito em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), trata-se do maior crescimento percentual do País. Em números absolutos, foram comercializados 2.816 imóveis no ano passado, contra 1.083 registrados em 2016.
     
    De acordo com a CBIC, a Região Metropolitana de Maceió abrange, além da capital, os municípios da Barra de São Miguel e Rio Largo – área com 828.408 domicílios onde vivem 2,42 milhões de pessoas. 
     
    O levantamento mostra ainda que os lançamentos imobiliários da região saltaram de 547 em 2016 para 1.519 no ano passado, um crescimento de 177,7%. Também houve crescimento de 27% na oferta de imóveis novos na Região Metropolitana de Maceió. Foram 5.409 unidades no ano passado contra 4.260 em 2016.
 logo22
 
Os artigos e matérias assinadas nesta Revista Construção Civil & Mercado Imobiliário
são de responsabilidade dos seus autores.
Av Antônio Gouveia, 1113
Galeria Arte Pajuçara - sala 04
Pajuçara, Maceió
Alagoas CEP 57030-170

Tels: (82) 3185-5277 | 99974-8983
99946-8767 | 99689-44922

Siga-nos em nossas Redes Sociais

Copyright © 2017 Revista Construção Civil & Mercado Imobiliário.
Powered by Web na faixa.